Dez verdades em que acreditamos

Escrevemos essas dez verdades ainda nos primeiros anos do Google. De vez em quando, revisamos a lista para verificar se ela continua relevante. Esperamos que sim, e você pode nos cobrar isso.

1. Foco no usuário. Todo o resto é consequência.

Desde o começo, nosso foco é fornecer a melhor experiência possível ao usuário. Seja criando um novo navegador da Internet ou fazendo uma pequena mudança no visual da página inicial, tomamos muito cuidado para garantir que essas mudanças sirvam principalmente ao usuário em vez de nossas próprias metas. A interface da página inicial é clara e simples, e as páginas carregam instantaneamente. As posições nos resultados da pesquisa não são vendidas, e a publicidade não só é claramente identificada, mas oferece conteúdo relevante e que não causa distrações. Além disso, quando criamos ferramentas e aplicativos novos, acreditamos que eles devem funcionar tão bem que você nem chegará a pensar em como eles poderiam ser diferentes.

2. É melhor escolher uma coisa só e fazer isso muito bem.

Nosso negócio principal é a pesquisa. Com um dos maiores grupos de pesquisa do mundo focado exclusivamente em solucionar problemas de pesquisa, conhecemos bem o que fazemos e sabemos como melhorar. Persistimos continuamente na busca de resolução de alguns problemas e, assim, solucionamos questões complexas e aprimoramos continuamente um serviço que já tornou a busca por informações uma experiência rápida e intuitiva para milhões de pessoas. Nossa dedicação a melhorar a pesquisa nos ajuda a aplicar o que aprendemos a novos produtos, como o Gmail e o Google Maps. Esperamos levar o poder da pesquisa a áreas ainda não exploradas e ajudar as pessoas a acessar essas informações e usá-las cada vez mais em suas vidas.

3. Rápido é melhor que devagar.

Sabemos que seu tempo é valioso, portanto, quando você está procurando uma resposta na Web, deseja obtê-la imediatamente, e nós queremos satisfazê-lo. Talvez sejamos os únicos no mundo a dizer isso, mas nossa meta é fazer com que as pessoas saiam do nosso site o quanto antes. Retiramos os excessos das nossas páginas, aumentamos a eficiência do nosso ambiente de exibição e batemos nossos próprios recordes de velocidade várias vezes para que os seus resultados de pesquisa cheguem literalmente em uma fração de segundo. Pensamos sempre na velocidade em cada produto que lançamos, seja um aplicativo para dispositivos móveis ou o Google Chrome, um navegador criado para ser veloz o suficiente para a Web moderna. E continuamos trabalhando para fazer com que tudo seja ainda mais rápido.

4. A democracia funciona na Web.

A pesquisa do Google funciona porque se baseia em milhões de pessoas que publicam links em sites para ajudar a identificar outros sites que oferecem conteúdo de valor. Avaliamos a importância de cada página da Web usando mais de 200 sinais e uma variedade de técnicas, incluindo o algoritmo patenteado PageRank™, que analisa quais sites foram "eleitos" por outras páginas na Web como as melhores fontes de informação. À medida que a Web cresce, essa abordagem fica cada vez melhor, pois cada site novo é mais um ponto de informação e outro voto a ser contabilizado. Da mesma forma, trabalhamos no desenvolvimento de software de código aberto, em que a inovação acontece por meio do esforço coletivo de muitos programadores.

5. Nem sempre você estará no computador quando precisar de uma resposta.

O mundo está cada vez mais móvel: as pessoas querem acesso à informação a qualquer momento e em qualquer lugar. Lideramos o fornecimento de novas tecnologias e soluções para serviços móveis que ajudam pessoas em todo o mundo a executar inúmeras tarefas em seus dispositivos móveis, desde verificar e-mails e compromissos até assistir a vídeos, sem contar as várias maneiras de acessar a pesquisa do Google pelo smartphone. Além disso, esperamos contribuir com inovações cada vez melhores para os usuários de dispositivos móveis em qualquer lugar através do Android, uma plataforma móvel de código aberto e gratuita. O Android traz a acessibilidade que marcou a adaptação da Internet ao ambiente móvel. O Android beneficia não só os consumidores, que ganham mais opções e experiências móveis inovadoras, mas também abre oportunidades de receita para operadoras, fabricantes e desenvolvedores.

6. É possível ganhar dinheiro sem maldade.

O Google é uma empresa. A receita gerada é resultado da promoção de tecnologias de pesquisa para outras empresas e da venda de publicidade exibida em nosso site e em outros sites em toda a Web. Centenas de milhares de anunciantes do mundo inteiro usam o Google AdWords para promover produtos. Centenas de milhares de editores usam nosso programa Google AdSense para fornecer anúncios relevantes e relacionados ao conteúdo dos sites. Para garantir um tratamento justo a todos os nossos usuários (anunciantes ou não), temos um conjunto de princípios que norteiam nossos programas e práticas de publicidade:

  • Não permitimos a exibição de anúncios nas páginas de resultados, a menos que eles sejam relevantes no contexto. Além disso, acreditamos que os anúncios só podem fornecer informações úteis se forem relevantes para o que você procura. Ou seja, é possível que algumas pesquisas não levem a anúncio algum.

  • Acreditamos que a publicidade pode ser eficiente sem ser chamativa. Não aceitamos anúncios em pop-up porque eles interferem na visualização do conteúdo solicitado. Descobrimos que anúncios de texto que são relevantes para quem está lendo atraem taxas muito mais altas de cliques do que anúncios que aparecem aleatoriamente. Qualquer anunciante, seja pequeno ou grande, pode se beneficiar desse meio altamente segmentado.

  • A publicidade no Google sempre é nitidamente identificada como "Links Patrocinados" para não comprometer a integridade dos resultados de pesquisa. Não manipulamos a classificação para beneficiar nossos parceiros nos resultados, nem é possível comprar um PageRank de maior destaque. Nossos usuários confiam em nossa objetividade, e nenhum ganho de curto prazo justifica o ato de violar essa confiança.

7. Sempre haverá mais informações.

Depois de termos indexado mais páginas HTML na Internet do que qualquer outro serviço de pesquisa, nossos engenheiros voltaram suas atenções para informações com acesso um pouco mais difícil. Às vezes, isso era apenas uma questão de integrar novas bases de dados à pesquisa, por exemplo, adicionando números de telefone e endereços e um diretório de empresas. Outros esforços exigiram um pouco mais de criatividade, como possibilitar a pesquisa de arquivos de notícias, patentes, publicações acadêmicas, bilhões de imagens e milhões de livros. Nossos pesquisadores continuam procurando maneiras de levar todas as informações do mundo às pessoas que procuram respostas.

8. A necessidade de informação ultrapassa todas as fronteiras.

Nossa empresa foi fundada na Califórnia, mas nossa missão é facilitar o acesso à informação em todo o mundo e em todos os idiomas. Para isso, temos escritórios em mais de 60 países, mantemos mais de 180 domínios de Internet e fornecemos mais da metade dos nossos resultados para pessoas que moram fora dos Estados Unidos. Oferecemos a interface de pesquisa do Google em mais de 130 idiomas, permitimos que os usuários restrinjam os resultados a conteúdos escritos nos seus idiomas e buscamos fornecer nossos aplicativos e produtos no maior número possível de idiomas e formatos acessíveis. Nossas ferramentas de tradução dão acesso a conteúdos escritos do outro lado do mundo, em idiomas desconhecidos. Com essas ferramentas e com a ajuda de tradutores voluntários, conseguimos melhorar muito a variedade e a qualidade dos serviços que oferecemos nos pontos mais distantes do mundo.

9. É possível ser sério sem usar terno.

Nossos fundadores criaram o Google com a ideia de que o trabalho deve ser desafiador, e o desafio deve ser divertido. Acreditamos que coisas incríveis e criativas são mais prováveis de acontecer com a cultura correta na empresa, e isso não se limita a decorar o ambiente com lâmpadas de lava e bolas coloridas. Existe uma ênfase nas realizações da equipe e um orgulho nas conquistas individuais que contribuem para o nosso sucesso. Temos grandes expectativas em relação aos nossos funcionários, pessoas determinadas e empolgadas, vindas de diversos lugares e com abordagens criativas no trabalho, no lazer e na vida. Nosso ambiente pode até ser casual, mas quando novas ideias surgem na fila da cafeteria, em uma reunião de equipe ou na sala de ginástica, elas são compartilhadas, testadas e colocadas em prática muito rapidamente, e podem ser o primeiro passo no desenvolvimento de um projeto que pode vir a ser usado no mundo inteiro.

10. Excelente ainda não é o suficiente.

Para nós, ser excelente é o ponto de partida, não o ponto de chegada. Estabelecemos metas que ainda não podemos alcançar, porque sabemos que o esforço para alcançá-las pode nos levar ainda mais longe do que esperávamos. Através da inovação e da persistência, pretendemos melhorar o que já funciona bem de formas inesperadas. Por exemplo, quando um de nossos engenheiros constatou que a pesquisa funcionava bem para palavras grafadas corretamente, ele se perguntou como ela lidava com erros de digitação. Isso o levou criar um corretor ortográfico intuitivo e muito mais útil.

Mesmo que você não saiba exatamente o que está procurando, encontrar uma resposta na Web é um problema nosso, não seu. Tentamos antecipar necessidades ainda não articuladas pelo nosso público global e atendê-las com produtos e serviços que estabelecem novos padrões. Quando lançamos o Gmail, ele tinha mais espaço de armazenamento do que qualquer serviço de e-mail disponível. Olhando para trás, oferecer isso parece óbvio, mas só porque agora temos novos padrões para armazenamento de e-mails. Esse é o tipo de mudança que buscamos fazer, e estamos sempre procurando por novas áreas em que podemos fazer a diferença. No fim das contas, nossa insatisfação constante com a maneira como as coisas funcionam se torna a motivação para tudo que fazemos.

Voltar ao início